Notícias

Quais são os principais produtos orgânicos do Brasil

O Brasil é um país privilegiado por abranger tantos e tão ricos biomas, que reúnem valiosa diversidade tanto na fauna quanto na flora. A importância e a beleza deles são indiscutíveis e cada um proporciona solo fértil para a produção de produtos como soja (no Paraná e Mato Grosso), guaraná (Amazonas), cacau (Bahia), cana de açúcar (Paraná e São Paulo), gengibre (Espírito Santo), manga (Nordeste), morango (Minas Gerais), pêssego (Rio Grande do Sul), tomate (Nordeste), uva (Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e erva-mate (Paraná).

A seguir, conheça melhor os biomas brasileiros e as respectivas características que os tornam admirados no mundo inteiro:

Floresta Amazônica

Localizada nas regiões Norte e Centro-Oeste, a Floresta Amazônica ocupa cerca da metade do território brasileiro.

Clima: influenciada pelo clima equatorial, que tem como aspectos a baixa amplitude térmica e grande umidade.

Flora: A vegetação é rica e densa, composta de espécies de diferentes tamanhos, mas com folhas largas e grandes.

Detalhes: É constituída de floresta tropical, florestas e campos inundados, prados, áreas de pastagem, refúgios montanhosos e formações pioneiras.

Principais produtos originados no bioma: guaraná, cupuaçu, açaí, castanha do pará, andiroba, buriti, pupunha, tucumã, marimari e óleo de palma.

Cerrado

O cerrado é o segundo maior bioma em extensão, espalhando-se por grande parte da região Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste.

Clima: tropical continental, com duas estações bem definidas: no verão, úmida; no inverno, seca.

Flora: formado por vegetação caracterizada pelas árvores e arbustos de pequeno porte, com troncos retorcidos, cascas grossas e folhas que caem no outono.

Detalhes: Esse bioma é considerado um dos mais férteis para agricultura, pecuária e desenvolvimento de projetos sustentáveis.

Principais produtos originados no bioma: pequi, baru, mangaba, cagaita, buriti, jatobá, cajuí, arnica, mama-cadela, faveira, gueroba, murici, palmeiras, carnaúba, babaçu e capim dourado.

Caatinga

A Caatinga está presente no sertão brasileiro, sendo responsável por 11% do território nacional.

Clima: fica em uma zona de clima tropical semiárido, o que resultada em uma região bastante seca.

Flora: a vegetação é composta por plantas xerófilas (acostumadas com a aridez e que, portanto, sobrevivem com pouca água) e caducifólias (perdem as folhas durante o período mais seco), assim como árvores com raízes grandes que conseguem captar água do lençol freático.

Detalhes: As espécies vegetais existentes no bioma são resistentes a climas de baixa umidade e parcas e esparsas chuvas.

Principais produtos originados no bioma: mel, fruticultura, ervas medicinais e plantas fibrosas, como babaçu e bacurizeiro.

Mata Atlântica

A Mata Atlântica é um bioma ameaçado por ter sofrido muito com os impactos ambientais resultantes dos ciclos econômicos durante a história do país. O que resta acompanha a costa brasileira e está presente em dezessete estados.

Clima: é variado, dado à verticalidade da área que ocupa.

Detalhes: pelo mesmo motivo, o solo e a vegetação também são diversificados.

Flora: a vegetação é densa, com árvores de diversos tamanhos que possuem folhas largas e grandes.

Principais produtos originados no bioma: erva-mate e pinhão.

Pantanal

O Pantanal é, sem dúvidas, a maior planície inundável no mundo. Está localizado em dois estados: Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. É bastante influenciado pelos rios presentes, como o Rio Paraguai, Rio Vermelho, Rio Taquari, entre outros.

Clima: ente outubro e abril, o período chuvoso, a água do pantanal alaga e cobre grande parte da planície da região. Quando o período chuvoso acaba, os rios voltam ao volume normal de água.

Flora: a vegetação é diversificada e acompanha as chuvas e o movimento dos rios.

Detalhes: as cheias do Rio Paraguai causam alertas para que os produtores se programem para enfrentar o grande aumento no nível das águas.

Principais produtos originados no bioma: produtos medicinais, mel e gado orgânico.

Pampa

O Pampa está localizado no extremo sul do país, apenas no estado do Rio Grande do Sul.

Clima: influenciado pelo clima subtropical, caracterizado por ser frio e seco.

Flora: a vegetação é rasteira, abundantemente composta por gramíneas, além de arbustos e árvores de pequeno porte.

Detalhes: a formação do relevo, constituída por planícies com grandes áreas de pastagens, é ideal para a criação de rebanhos.

Principais produtos originados no bioma: carne, laticínios, uva, suco de uva e vinhos.